Tech Trends: 3 tendências da área de TI para 2018

Tech Trends: 3 tendências da área de TI para 2018

Você lembra do cenário do futurista do desenho os Jetsons? Robôs, carros voadores, cidades flutuantes, vídeo chat… essas eram só algumas das tecnologias previstas na produção de 1960. Mas será que em 2018 muitas dessas inovações já estão disponíveis para os seres humanos comuns? Ao menos nas tendências de TI podemos dizer que sim!

Nos próximos anos, a área de tecnologia da informação vai otimizar o foco nos processos de digitalização dos negócios. Na prática, uma série de impactos vai fazer com que a tecnologia ganhe força e avance nas áreas de processamentos de um volume maior de dados, a um custo menor e de maneira mais rápida. Conheça agora o nosso tech trends com as 3 principais tendências da área de TI para 2018.

1. Inteligência artificial na tomada de decisões

A inteligência artificial, IA, não é de hoje. Ela nasceu da necessidade de ir além dos modelos programáticos e criar uma espécie de pensamento na computação. Há quem diga que Aristóteles, na Grécia Antiga, já tratava disso.

O fato é que, nos próximos anos, a IA estará presente no meio empresarial desempenhando tarefas de raciocínio muito complexas. Essas funções serão orientadas por meio de dados sólidos que vão reduzir o tempo de testes, discussões e análises. O resultado é: tomada de decisões mais rápidas e assertivas, reduzindo muito o percentual de erros e falhas nas resoluções da gestão.

É provável que muitos novos postos de emprego sejam criados por conta da IA, uma vez que ela precisa de profissionais que imputem nela os critérios para o diagnóstico das situações. Como o próprio nome já diz, a inteligência é artificial e precisa ser criada por alguém e armazenada lá para, por fim, prestar algum serviço às corporações.

2. Internet das coisas na produtividade

Em 2018, as tendências de TI vão elevar o patamar da internet das coisas. O conceito diz respeito à convergência de toda a tecnologia dentro de uma empresa a favor do aumento da produtividade. Quer saber como?

Sistemas conectados entre si serão capazes de receber pedidos, processá-los, verificar estoque, fazer pedidos de compras, alterar escala de trabalho, iniciar a produção, planejar a logística de entrega e ainda verificar a satisfação do cliente. Tudo isso, por meio de um clique no computador ou dispositivo eletrônico.

Outro exemplo de internet das coisas é como ela poderá atuar na prevenção de gargalos na produção e se antecipar a problemas no maquinário. Tudo isso controlado por softwares capazes de reprogramar, consertar e precaver a paralização das linhas de produção.

3. Gêmeo Digital nos produtos

Como saber se o meu produto novo será bem aceito no mercado ou se ele será resistente o suficiente à chuva, neve ou sol escaldante? Qualquer tipo de criação ou teste de produtos terá uma larga vantagem quando for feito um gêmeo digital.

Essa tendência de TI funciona assim: ao mesmo tempo em que é criado um produto real é também gerado um no ambiente virtual, seu gêmeo. Para isso, são levadas em conta todas as condições físicas, características de mercado, da matéria-prima e funcionalidade do objeto. Ambos precisam ser iguais.

Acontece que a simulação digital é muito mais rápida e eficiente que os protótipos reais. Ou seja, as conclusões aparecem mais velozes e isso significa diminuição de tempo de produção, redução de custos, adaptação mais ágil e previsão de riscos mais segura.

As tendências de TI para 2018 e para os próximos anos vão transformar as nossas empresas em verdadeiros ambientes futuristas. Tudo isso para melhorar a produtividade e aumentar o faturamento. Conheça mais sobre um tipo de tecnologia incrível que já pode ser aplicada na sua companhia.

RSS
EMAIL
Facebook
GOOGLE
TWITTER
YOUTUBE
LinkedIn

Sobre o autor

altisblog administrator

Deixar uma resposta