Uso do celular corporativo na empresa: como ter um melhor controle?

Uso do celular corporativo na empresa: como ter um melhor controle?

Os telefones já são, hoje em dia, uma ferramenta quase onipresente no cotidiano das pessoas. Para além de um item de uso pessoal, os celulares são grandes aliados para o cotidiano corporativo.

Seja para realização de negócios ou fechamento de pedidos, transmissão de ordens, agendamento de reuniões ou comunicação externa, o celular corporativo é indiscutivelmente uma parte indissociável da realidade empresarial.

No entanto, manter o controle para que os funcionários não utilizem o celular corporativo para fins pessoais e nem abusem do recurso é um desafio para os gestores. Pensando nisso, hoje falaremos sobre o controle do uso do celular corporativo na empresa. Preparado? Continue acompanhando!

Saiba como gerenciar o uso do celular corporativo

A telefonia móvel representa parcela relevante dos custos indiretos em um empreendimento. Além disso, a dificuldade de se controlar o uso do celular corporativo pode significar grandes custos para o orçamento. Veja como gerenciar o uso do celular corporativo:

Estipule cotas de uso

Os valores totais desse tipo de gasto variam de acordo com o porte da empresa e com os pacotes contratados, mas independentemente do tamanho da sua empresa, é de extrema valia adotar políticas de controle do uso.

O controle começa com o processo de conscientização dos colaboradores, que devem ser claramente orientados sobre como o celular corporativo deve ser utilizado estritamente para fins profissionais. Porém, para deixar essa política ainda mais clara, é preciso avaliar métricas e estipular cotas para o uso de cada funcionário.

Promova campanhas de incentivo

Uma boa saída para fomentar o sucesso desse tipo de controle é associá-lo a campanhas que premiam os colaboradores que apresentarem uso mais eficiente e maior redução de custos. Desse modo, aqueles funcionários que fizerem o uso mais bem direcionado e com os menores custos serão gratificados, podendo ser em forma de horas de folga, vouchers de produtos ou estabelecimentos interessantes ou bônus, por exemplo.

Estabeleça critérios

Na maior parte das empresas, o celular corporativo será concedido a um número limitado de pessoas. Por isso, estabelecer critérios claros sobre quem contará com essa ferramenta é essencial.

A distribuição de aparelhos deverá respeitar, antes de mais nada, a vinculação do ofício de cada colaborador com o uso do aparelho, ou seja: os celulares executivos deverão ser disponibilizados preferencialmente para aqueles cuja atividade exige esse tipo de ferramenta.

Organize auditoria de contas

É direito da empresa monitorar o uso dos celulares corporativos, avaliando os números chamados, o tempo de ligação, as gravações, o histórico de uso de dados, entre outros. No entanto, é importante ressaltar que o empregado também tem direito à privacidade.

Portanto, esse monitoramento apenas poderá existir com finalidades de controle de uso e custo, e desde que previamente notificado ao portador do aparelho. Nesse sentido, a organização de auditorias de contas dos celulares corporativos é uma medida extremamente funcional para controlar os gastos dos usuários.

Utilize um gerenciador de dispositivo corporativo

tecnologia é uma aliada constante para qualquer negócio, e isso se aplica também ao controle do uso do celular corporativo. Logo, investir em um gerenciador de dispositivo corporativo pode ser a resposta para o seu problema.

A solução permitirá, por exemplo, que você monitore a quantidade de aparelhos que estão sendo utilizados, a divisão por departamentos, horários de uso, tempo de chamadas, localização de colaboradores trabalhando remotamente etc.

O uso do gerenciador garantirá uma maior eficiência para o seu controle de uso e potencializará a segurança das operações realizadas por esse tipo de equipamento.

E aí, pronto para fazer um melhor controle do uso do celular corporativo? Aproveite também para conferir outro artigo imperdível: Telecomunicações e tecnologia da informação: por que unir os setores?

RSS
EMAIL
Facebook
GOOGLE
TWITTER
YOUTUBE
LinkedIn

Sobre o autor

altisblog administrator

Deixar uma resposta